artivista-social.png

Gigante e Anão

Beto Dertoni

Quando sofro,
sou grande e sinto uma dor enorme.
Quando percebo a dor no mundo,
sou pequeno e quase não existo.

Quando estou apaixonado,
sou gigante e sinto uma força incrível.
Quando vejo o amor no mundo,
sou ínfimo, quase mosquito.

Quando estou triste,
sou grande e sinto que o mundo vai desabar.
Quando olho para a tristeza no mundo,
sou pequeno e sinto tudo largo à minha volta.

Quando estou alegre,
sou enorme e sinto meu corpo abraçar todo o mundo.
Quando percebo a alegria do mundo,
sou anão e meu sopro é vão.

Quando estou aqui e agora,
cresço e vejo muito amplo.
Quando olho para tudo o que já passou e para o porvir,
quase sumo, sou um grão de areia a rolar no deserto.

Grande sou, pequeno sou.
O mundo está em mim, eu estou no mundo.
Gigante e anão a viver nos mistérios da alma.